SAAE - Lucas do Rio Verde MT Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

1) Esclarecimentos sobre os contentores presentes nas ruas da nossa cidade. Quais são os reais objetivos desse projeto demecanização e como deve ser feita a correta separação do lixo antes do devido armazenamento.

O Objetivo do projeto quando de sua origem (2013/2014) era modernizar a forma de coleta dos resíduos sólidos urbanos do Município de Lucas do Rio Verde, promovendo a consciência ambiental, reduzindo a quantidade de resíduos destinados ao Aterro Sanitário, aumentando a vida útil do mesmo e reutilizando os resíduos recicláveis para a geração de renda e inclusão social das famílias abrangidas pelo projeto social de reciclagem, dispondo ainda os resíduos dentro de recipientes fechados, mantendo a cidade mais limpa e padronizada. Além de diminuir o contato direto com o resíduo no momento da coleta,  realizando o processo mecanicamente pelos caminhões.

Separação

Os resíduos são coletados separadamente conforme sua classificação, sendo no contentor azul aqueles resíduos recicláveis, (papel, plástico, latas, vidros e embalagens longa vida) que podem ser reutilizados.

Nos contentores na cor laranja devem ser descartados os resíduos úmidos, aqueles que não podem ser reutilizados, rejeitos, que são restos de alimentos, papel higiênico, fraldas descartáveis e marmitas.

2) Quantos quilos/toneladas de lixo são coletados por dia/ semana/ mês no município? Destes, quanto é reciclável?

São coletados aproximadamente 1.572.570 quilogramas de lixo por mês no Município.

3) Qual o destino do lixo tóxico e hospitalar?

O SAAE não recolhe este tipo de resíduos, são realizados por empresas contratadas.

4) Como funciona a reciclagem ou separação do lixo no Ecoponto?

No Ecoponto os resíduos coletados como recicláveis são dispostos em uma esteira, onde são separados os que podem ser reutilizados. Depois são destinados a uma prensa e  após esse processo, eles são e comercializados.

As sobras desses resíduos são direcionados ao recipiente de refugo e destinado ao Aterro Sanitário.

 

5) Onde se localiza e como funciona a estação de tratamento de esgoto do município? Quais são os bairros contemplados? Quais são as perspectivas futuras para os bairros que ainda não têm rede de esgoto?

No Município existem duas estações de tratamento, uma delas, está localizada no Bairro Parque das Américas, com duas estações. Uma funciona pelo sistema de reator UASB (tecnologia baseada na decomposição anaeróbia da matéria orgânica), a outra MBBR (Lodos Ativados) que atende os Bairro Parque das Américas, Seiti Fuji e Vida Nova I.

A segunda estação está localizada no Bairro Industrial e funciona no sistema de Lagoas Australianas (duas lagoas anaeróbias seguidas de uma lagoa facultativa e uma lagoa de maturação) e atende o Centro da cidade, parte do bairro Menino Deus, Pioneiro e Luiz Carlos Tessele Junior.

Atualmente o Município coleta e trata aproximadamente 38% de seu esgoto (6,3 mil unidades).

6) E a nossa água? Qual é a origem? Como é feito o tratamento e distribuição? É possível ou poderá ser possível usar a água do Rio Verde para abastecer a cidade?

A água do Município é coletada através de sistema subterrâneo de captação. Existem 16 poços tubulares de captação, sendo que a água é tratada em um processo de cloração e distribuída através de rede. Ainda não existe projeto de viabilidade para a captação da água do Rio Verde, mas estudos serão realizados para verificar-se a viabilidade de uma possível implantação de Estação de tratamento de Água é possível.

 

 

Visitas

Visitas ao Ecoponto podem ser realizadas normalmente, mediante pedido formal e agendamento com profissionais do SAAE.